Chegada da primavera pode aumentar casos de alergia, adverte médico do HC

Publicado em Saúde por em

Segundo o alergista Clóvis Galvão, do Ambulatório da Alergia e Imunologia do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina (FMUSP) da USP, o número de casos de alergia aos pólens pode aumentar com a chegada da primavera.

A  liberação de pólen pelas árvores ornamentais é comum nesta época do ano. Aliado aos ácaros, que se intensificam na mudança de estação, o pólen pode causar sensibilização alérgica e aumentar os sintomas em quem já tem alergia.

Os sintomas mais comuns são coriza e congestão nasal, espirros contínuos e frequentes e falta de ar, além de irritação nos olhos. A alergia pode ser confundida com resfriado de natureza viral. A diferença é que o resfriado apresenta queda do estado geral e febre, e sintomas de infecção – nestes casos, a recomendação é procurar atendimento médico.

Para prevenção das alergias, o médico do HC recomenda limpar os ambientes com pano úmido, principalmente os quartos. A remoção de sujeira com vassoura faz com que ácaros, pólen, e pelos de animais fiquem suspensos no ar, fatores desencadeantes das crises. Os locais também devem ser bem arejados. Já as roupas que ficaram guardadas por muito tempo no armário devem ser lavadas ou expostas ao sol.

Com informações da Assessoria de Imprensa do CCI – Instituto Central do HC

.