Equipe Fórmula SAE da EESC lança novo carro

Publicado em Tecnologia por em

Nathália Nicola / Assessoria de Comunicação da EESC

Com um novo motor, design aerodinâmico e sistema eletrônico completo, foi lançado na última quarta-feira, dia 11, o novo carro da equipe Fórmula SAE. Batizado como E60, o protótipo homenageia os 60 anos da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP.

Mais de 300 pessoas, entre professores, alunos e patrocinadores, estiveram presentes no lançamento, que aconteceu no campus 1 da USP, em São Carlos.

A abertura foi feita pelos alunos Danilo Lattaro, gerente de projetos da equipe, e Danilo Porto, diretor, que apresentaram um histórico da equipe, bem como os objetivos, os tipos de competição, prêmios já recebidos, organização do grupo e as especificidades do novo carro. “Aprendemos na prática o que adquirimos de conhecimento na sala de aula. Participar do Fórmula nos traz ainda mais conhecimentos de trabalho e também de convívio com as pessoas”, ressaltou Porto.

O professor orientador da equipe, Álvaro Costa Neto, do Departamento de Engenharia de Materiais, falou sobre o projeto do E60, parabenizou a equipe e agradeceu a colaboração da EESC. “Cada vez mais os alunos estão trazendo retornos positivos à equipe e à Escola. Isso é muito gratificante para um professor. Quando passei pela porta do laboratório e ouvi o ronco do novo motor do Fórmula não pude deixar de me emocionar”, contou o professor.

Na oportunidade, o professor e diretor da Escola, Geraldo Roberto Martins da Costa, parabenizou o empenho dos alunos. “Vocês estudam em uma das melhores escolas de engenharia do país e esse status é devido aos nossos alunos, que são o orgulho da nossa instituição”, ressaltou Geraldo. A ocasião também contou com uma palestra sobre técnica de apresentação com o professor Carlos Cintra, do Departamento de Geotecnia.

Após as apresentações, os participantes do evento reuniram-se no Espaço Primavera, localizado no prédio E1, para o momento tão esperado da noite: o lançamento do E60.

Segundo o diretor da equipe, o carro foi um reaproveitamento de conceitos, tanto da bagagem adquirida pela equipe ao longo dos anos, quanto da inspiração pelos 60 anos da EESC. “Gostaríamos de homenagear a Escola da melhor forma que poderíamos, que é usar a Engenharia para fazer um carro campeão”, falou Porto.

Uma das mudanças principais no veículo foi a troca do motor de 600 cilindradas e 85 cavalos para 450 cilindradas e 55 cavalos. “Com o carro mais leve, o piloto conseguirá um controle maior sobre ele. Nosso objetivo foi criar um carro com boa dinâmica veicular, ou seja, que permita uma interação maior entre o motorista, o veículo em movimento e o pavimento”, explicou o diretor.

Os alunos conseguiram diminuir 60 quilos da massa do carro, que antigamente pesava 230. Também foram modificados no veículo os sistemas de suspensão, direção, admissão e exaustão de ar, chassi, arrefecimento de combustíveis, freios, aquisição de dados, além de ter sido adicionado um sistema aerodinâmico completo (sendo uma das primeiras equipes da América Latina a desenvolver esse sistema).

O novo carro irá estrear na 10ª Competição Brasileira de Fórmula SAE, que deve ocorrer nos dias 1, 2 e 3 de novembro, em Piracicaba.

.