MENUMENU

Livro aborda os 30 anos de experiência pediátrica do HU

Divulgar os 30 anos de experiência da equipe de pediatria do Hospital Universitário (HU) da USP. Esse é o grande objetivo do livro Pediatria Geral – Neonatologia, pediatria clínica e terapia intensiva, obra que contou com a participação de 68 profissionais de área e foi editada pelos professores da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), Alfredo Elia Gilio, Ana Maria Escobar e Sandra Grisi.

A obra foi divida de forma a abranger as quatro áreas principais de atuação pediátrica do HU: pediatria clínica, ambulatorial, terapia intensiva (UTI) e neonatologia – setor que se ocupa das crianças desde o nascimento até os 28 dias de idade.  Como explica Alfredo Elia Gilio:

“O livro não é um tratado sobre a pediatria, mas se propõe a abordar de uma forma profunda todos esses temas que fazem parte da rotina do HU”.

O público-alvo do livro  é composto tanto por profissionais da área que queiram se aprofundar em conhecimentos sobre pediatria em geral, como também os alunos da FMUSP e residentes do HU, que têm no livro uma fonte de estudo sobre os ramos de atuação do hospital. Neste caso, a ideia foi criar um livro de referência para os alunos, que não tinham nada do próprio hospital para consultar.

Para Gilio, a obra é importante porque, diferentemente da maioria de livros sobre a questão, trata da pediatria geral, realizada em um hospital de atendimento secundário, como é o HU, e também da realidade brasileira.

Atendimento primário, como explica o docente, é aquele realizado em centros de saúde, sem muitos recursos ou exames. O secundário é um pouco mais complexo, com exames laboratoriais, pronto socorro e UTI, por exemplo, mas ainda com o atendimento sendo feito de uma forma geral. Já o terciário inclui o tratamento com todas especialidades, como o realizado pelo Hospital das Clínicas (HC) da FMUSP, por exemplo.

De acordo com  o docente, existem muitas publicações sobre o atendimento terciário, e a literatura do assunto com uma abordagem mais geral também é reduzida,  sendo encontradas obras com um caráter específico. O livro é, então, um resgate da pediatria geral.

Produção

A oportunidade de produzir o livro surgiu durante a comemoração dos 30 anos do HU, lembrando que o hospital começou pela pediatria. Foram cerca de 10 meses no processo, que envolveu desde o convite aos colaboradores até a edição integral dos textos da obra. O professor destaca que todos os médicos da pediatria do HU participaram do livro, que também contou com a colaboração de alguns profissionais de outras instituições.

Além dos três editores principais, o livro teve a participação de mais seis editores associados, que colaboraram em todo o processo de revisão e estruturação da obra. São eles: Edna Maria de Albuquerque Diniz, docente do Departamento de Pediatria; Silvia Ibidi, responsável pela Neonatologia; Selma Lopes Betta Ragazzi, pela Enfermaria; João Paulo Becker Lotufo, pelo Pronto Atendimento da Pediatria; Albert Bousso, pela UTI Pediátrica; e Denise Ballester, pelo Ambulatório de Pediatria, todos dos HU.

O maior desafio, para Gilio, foi uniformizar a obra, já que ela contava com a participação de muitas pessoas. “Quando mandava a ideia, já mandava as especificações, mas mesmo assim, cada pessoa pode entender de uma maneira”, conta.

O livro Pediatria Geral – Neonatologia, pediatria clínica e terapia intensiva (Atheneu, 720 p., R$ 252,45) foi lançado durante o Congresso Brasileiro de Pediatria, realizado em outubro.

Para consultar mais informações sobre o livro e adquiri-lo, acesse o site da Editora Atheneu.

Scroll to top