MENUMENU

Estudo da FEARP investiga comportamento e saúde da população ribeirão-pretana

Pesquisa de opinião revelou que 62,1% dos ribeirãopretanos nunca doaram sangue; 48,2% dizem não se interessar pela separação do lixo reciclável e 85% são favoráveis à redução da maioridade penal em casos de homicídios.

Da Agência USP de Notícias

Pesquisa de opinião, coordenada pelo professor Claudio de Souza Miranda, do Departamento de Contabilidade da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEARP) da USP, investigou percepções, comportamentos e aspectos relacionados à saúde da população de Ribeirão Preto.

Abordando temas como tabagismo, hipertensão, diabetes, doação de sangue e prática de atividades físicas, os pesquisadores ouviram os cidadãos de Ribeirão Preto, que também responderam sobre separação e destinação de lixo reciclável e redução da maioridade penal.

No total, foram ouvidas 515 pessoas, com mais de 16 anos, escolhidas aleatoriamente e abordadas nas ruas da cidade. Entre elas, 41,2% tinham ensino médio e 31,7%, renda familiar entre dois e cinco salários mínimos.

Entre os resultados, estão: 62,1% dos ribeirão-pretanos nunca doaram sangue; 48,2% dizem não se interessar pela separação do lixo reciclável e 85% são favoráveis à redução da maioridade penal em casos de homicídios. Também foram investigados os hábitos ligados aos seguintes temas: tabagismo, pressão alta, diabetes, colesterol alto e atividade física.

Confira todos os detalhes da pesquisa no relatório completo online.

Mais informações:(16) 3602-0505

Scroll to top