Pesquisadora de Bauru é nomeada professora adjunta da UNC

Publicado em Institucional por em

A professora Ivy Trindade-Suedam, pesquisadora do Laboratório de Fisiologia do Hospital de Reabilitação de Anomalia Craniofaciais (HRAC/Centrinho) da USP e professora do Departamento de Ciências Biológicas da Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB) da Universidade, passou a integrar o Centro Craniofacial da Faculdade de Odontologia da Universidade da Carolina do Norte (UNC), Estados Unidos, como professora associada adjunta.

Para entender melhor a indicação, a professora Ivy explica que o cargo de professor adjunto é ocupado oficialmente por um docente em uma instituição ensino superior com o objetivo de proporcionar expertise adicional ao corpo docente permanente, desempenhando funções acadêmicas de ensino e pesquisa.

“No caso, entendo como meu papel neste processo, desenvolver pesquisas conjuntas referentes ao tratamento de pacientes com fissura labiopalatina, receber e enviar alunos de graduação e de pós-graduação e, mais do que isso, ser uma embaixadora da UNC no Brasil e da USP, mais especificamente da FOB e do HRAC, nos Estados Unidos”, descreve.

O processo iniciou-se em outubro de 2014, numa visita técnica da pesquisadora bauruense ao Centro Craniofacial da Faculdade de Odontologia da universidade americana. “Lá, recebi um importantíssimo convite oriundo do diretor odontológico do referido centro, professor Luiz Pimenta, recomendado também pela doutora Amelia Drake, diretora do Centro e pelo professor Ronald Strauss, ex diretor do Centro Craniofacial da UNC, e que, atualmente, atua na alta esfera da UNC, como “executive pro-vost”, equivalente a um de nossos pró-reitores da USP. Tratava-se de convite formal para atuar como Professora Adjunta (Adjunct Faculty) da UNC, convite que, obviamente, muito me honrou”.

Mais informações: site http://www.ccb.usp.br/

.