portal20151203_11b

Núcleo dos Direitos debate os desafios da inclusão em um mundo plural

Publicado em Sociedade, USP Online Destaque por em

Sexualidade, etnia, idade, classe social, entre outras tantas clivagens existentes: viver em uma sociedade tão plural significa, para além de saber conviver com as diferenças, reconhecer e enfrentar novos desafios que permeiam a inclusão de alguns indivíduos nesse meio. Buscando abordar a temática dos direitos humanos dentro dessa perspectiva sociocultural, o Núcleo dos Direitos, órgão mantido pela Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária (PRCEU) da USP, chega à terceira edição do Seminário do Núcleo dos Direitos.

Rubens BeçakFoto: Divulgação / NUPPs
Rubens Beçak

Nas palavras de Rubens Beçak, professor da Faculdade de Direito de Ribeirão Preto (FDRP) da USP e coordenador do Núcleo, a existência de grandes canais que discutem direitos tradicionais não os torna menos relevantes, mas reforça a importância de uma abordagem que trate, mais especificamente, dos direitos sobre a questão da dignidade humana na terceira idade, primeira infância e dentro dos movimentos de luta contra a opressão de minorias, por exemplo. “É necessária uma perspectiva social que entenda esses direitos no dia a dia. Nós queremos mostrar que eles dialogam com a condição humana e são tão importantes quanto os direitos mais clássicos, como os de ir e vir, direito ao trabalho, à moradia e à educação”, afirma.

Neste ano, no dia 4 de dezembro, o seminário traz o tema “Universidade Responsável: Perspectiva Acadêmica”. Seu principal objetivo é apresentar pesquisas e reflexões aprofundadas que fomentem o debate sobre o papel da educação e da Universidade na construção da cidadania, levando em consideração a latência da mediação dos direitos humanos dentro desse assunto.

A programação conta com duas mesas-redondas. A primeira, prevista para as 9h30, falará sobre “O ensino na USP e os direitos humanos: a transversalidade da diversidade e dos direitos nos programas de ensino” e buscará problematizar o pensamento majoritariamente cognitivo, que enfatiza a formação compartimentalizada e eurocêntrica.

Já às 13h15, a mesa “A extensão como práxis do ensino e da pesquisa na perspectiva dos direitos humanos”, que contará com os debatedores Calixto Salomão Filho, Eunice Aparecida de Jesus Prudente, Lilia Blima Schraiber e Reinaldo Pacheco da Costa, salienta a práxis como processo indissociável do aprendizado, tendo os projetos de extensão universitária como referência.

portal20151203_33Para Beçak, em seus três anos de atividade o Núcleo dos Direitos tem dado importantes contribuições para a Universidade através de seus programas, como é o caso do Aproxima-Ação, USP Abraça a Escola e USP Diversidade. “De que adianta estar em uma USP se um deficiente auditivo não acompanha as aulas? Ou de que adianta ter um campus bonito sem acessibilidade? Por que ter cursos de altíssima qualidade e não oferecer cursos para a Terceira Idade? A universidade tem que estar aberta para todo esse público. O que nós buscamos com nossos programas e cursos de extensão é integração e maior isonomia, por isso eles são tão importantes”.

A proposta é que, a partir dos debates promovidos durante o Seminário, sejam deliberados pontos importantes que impulsionem a efetivação de novas políticas dentro da Universidade, a fim de que a USP se afirme, cada vez mais, enquanto “instituição cidadã, responsável e participativa na construção de uma sociedade mais justa, igualitária e tolerante”.

Para além das considerações do evento e em repúdio às ações que violam os direitos humanos ocorridas dentro dos campi, o Núcleo também está se empenhando em construir um protocolo de procedimento que melhor ampare as necessidades dessas vítimas.

Serviço

A programação completa do evento pode ser acessada no site do III Seminário do Núcleo dos Direitos. As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas neste formulário. A transmissão ao vivo poderá ser acompanhada através deste link.

O Núcleo dos Direitos foi criado pela Pró-reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP em agosto de 2012. Congrega diferentes programas de extensão da Universidade, que têm como horizonte comum a perspectiva dos direitos fundamentais. Sua finalidade é estimular e apoiar ações da comunidade universitária que promovam a construção de uma sociedade justa, livre e democrática.

Mais informações: (11) 2648-0862, email nucleodosdireitos@usp.br, site http://prceu.usp.br/nucleodosdireitos/seminario

.