Comemoração dos 105 anos do centro acadêmico da Esalq traz índios Hunikuîs

Publicado em Institucional por em

Lucas Jacinto / Assessoria de Comunicação da Esalq

Em comemoração aos 105 anos do Centro Acadêmico Luiz de Queiroz (CALQ), está sendo realizado um circuito de atividades comemorativas. Com programação que teve inicio na segunda-feira, dia 19 de maio, os eventos acontecem até o dia 23 de maio, no campus Luiz de Queiroz.

Integraram a programação a abertura da exposição de imagens antigas sobre o CALQ e o jornal O Arado, e a doação de cabelos para a Santa Casa de Piracicaba – iniciativa que integrará o projeto Outubro Rosa-, no Centro de Vivência (CV).

No dia 21 foram recepcionados vários grafiteiros do Estado de São Paulo, que conheceram a história do CALQ e também da Esalq, para realizar de forma livre, intervenções visuais no CV. Também foram recepcionados três índios do Estado do Acre, que chegaram no campus na segunda-feira. Durante a primeira visita, os representantes da etnia Hunikuî, Txanadasu Beija-flor, Batani e Txanamashâ, além de conhecerem a escola, estiveram em um encontro com o diretor da Esalq, o professor José Vicente Caixeta Filho.

Os indígenas, que possuem liderança em suas aldeias, expuseram artesanatos, fizeram apresentação artística e também ministraram palestra sobre sua cultura e realidade no extremo norte do Brasil. Txanadasu Beija-flor é responsável pela saúde em sua aldeia, a Terra indígena Igarapé de Cauchu. Batani, também de Igarapé de Cauchu, é professora de artesanato.

Txanamashâ, por sua vez, é professor de língua portuguesa em sua aldeia, chamada Hunikuî do Rio Humaitá. “A etnia indígena Hunikuî, é a maior do Brasil. São 10.000 pessoas divididas em 12 territórios”, comenta. Sua aldeia integra 90 pessoas que constituem 17 famílias. “Estamos sendo muito bem recebidos em todos os lugares. É um aprendizado estar aqui e vivenciar o que o branco vivencia. O intercâmbio é boa maneira de mostramos quem é o verdadeiro índio, já que a maioria das pessoas só conhecem nossa cultura por meio dos noticiários, filmes e televisão, e isso nem sempre passa a mensagem correta”, conclui.

No dia 23, às 19 horas, haverá a sessão solene em comemoração aos 105 anos do CALQ.

Mais informações: email ianpaiva@gmail.com, site http://www.esalq.usp.br/noticia/detalhe.php?id=2463

 

.