11ª edição do CONTECSI na FEA lança observatório dedicado ao evento

Publicado em Pesquisa, USP Online Destaque por em

Tiago Cerquim / Assessoria de Comunicação da FEA

Foto: DivulgaçãoUm dos mais importantes eventos anuais da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da USP , o CONTECSI (Congresso Internacional de Gestão da Tecnologia e Sistemas de Informação) chegou este ano à sua 11ª edição, reunindo pesquisadores, profissionais e estudantes de todo o Brasil e de diversas partes do mundo interessados em gestão de tecnologia e sistemas de informação. Mais que promover discussões, o CONTECSI busca criar um legado sobre a matéria, e para isso conta com uma iniciativa inédita: a criação de um observatório dedicado exclusivamente ao evento.

Com o objetivo de analisar, divulgar e preservar a produção desenvolvida ao longo dos anos pela conferência, tendo como base análises cientométricas das comunicações apresentadas, o Observatório USP CONTECSI é uma iniciativa do convênio entre o grupo TECSI e a Universidade do Porto, de Portugal, e está sendo desenvolvido em um pós-doutorado pela pesquisadora Marici Sakata. Além da pesquisadora, compõem o grupo do Observatório os professores Armando Malheiro (Universidade do Porto) e Edson Luiz Riccio (FEA), e a pesquisadora Ligia Capobianco.

(Assista ao vídeo de lançamento do Observatório)

No portal do Observatório é possível encontrar, além de dados estatísticos e relatórios anuais, diversos materiais produzidos ao longo dos 11 anos do evento: os vídeos disponíveis no IPTV da USP, todos os artigos publicados nas edições anteriores e artigos que referenciam ou se referenciaram na conferência para sua elaboração. Desta forma, é possível encontrar de maneira organizada os relatórios e anais das diversas edições, e comparar a evolução do evento ao longo do tempo. “O trabalho para organizar e analisar todo esse material é enorme, mas o resultado é de grande valia para pesquisadores e estudantes” segundo Marici Sakata.

Análise de dados e Internacionalização

Foto: DivulgaçãoDentre as análises realizadas pelo grupo, foram feitos levantamentos para identificar a evolução dos temas dos quase dois mil trabalhos publicados, cujos assuntos foram utilizados para criar uma nuvem de tags capaz de demonstrar os principais eixos temáticos e sua transformação ao longo do tempo. Uma vez que o CONTECSI não trabalha com temas fechados, por meio da análise do interesse dos pesquisadores é possível identificar as transformações pelas quais as pesquisas da área passam.

Outro dado importante revelado pelo observatório é a internacionalização do evento, que já contou com a participação de pesquisadores de 37 países, sendo a maioria da Europa, representada por 49% dos países participantes, enquanto a América do Sul tem 19%. Um dos motivos responsáveis por esse êxito internacional é o JISTEM – Journal of Information Systems and Technology Management, publicação quadrimestral em acesso aberto que faz parte do Portal de Revistas da USP, do SciELO e de importantes bases internacionais e publica os 3 melhores artigos do CONTECSI em inglês.

No site do TECSI – o Laboratório de Gestão da Tecnologia e Sistemas de Informação – é possível ter acesso à página e aos dados do observatório, bem como aos conteúdos de todas as edições anteriores do CONTECSI.

.