Projetos da ECA são selecionados em edital de curtas universitários

Publicado em Artes por em

Letícia Sakata / Laboratório Agência de Comunicação da ECA

Os alunos Manoela Meyer, Rafael Nascimento de Carvalho e Paula Zogbi Possari, do Departamento de Jornalismo e Editoração (CJE) da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP, foram selecionados pelo Edital Curtas Universitários 2014, promovido pelo Canal Futura em parceria com a Rede Globo e que contempla trabalhos de conclusão de curso (TCC) de cinema e de comunicação social. Os três estudantes cursam jornalismo e estão realizando seus TCCs sob orientação do professor Renato Levi do CJE.

Manoela Meyer está produzindo Cegos e Cinema: muito além do escurinho, que traz as histórias de um cego congênito que é cineasta, de um casal de deficientes visuais que frequenta o cinema e de um cinéfilo que deixou de frequentá-lo após perder a visão. Ela procura discutir a maneira como o cérebro de um deficiente visual é estimulado por material audiovisual, além da importância do cinema como espaço social e cultural. Também dará luz às tecnologias desenvolvidas a essas pessoas, como a audiodescrição – narração especial feita simultaneamente ao filme.

Já o documentário de Paula Zogbi Possari, Ler-se: descobrindo a dislexia, aborda este distúrbio de aprendizagem e suas implicações na educação das crianças que passam pela situação. Ele traz a história da adolescente Luiza que, ao ser diagnosticada, recebeu auxílio de uma psicopedagoga e foi transferida para uma escola que desse atenção mais individual a seus alunos. Ao mesmo tempo, seu pai, Marcos, foi diagnosticado quando criança e sempre lidou bem com suas dificuldades no colégio, nunca se sentiu diferente por conta da dislexia e que, atualmente, está se preparando para escrever seu próprio livro. A partir deste panorama, especialistas de diferentes áreas trarão visões sobre a dislexia em realidades socioeconômicas distintas – algumas inclusive negando que esse problema existe da forma como é pintado.

Os estudantes receberão auxílio de R$ 6.000 a serem investidos em seus projetos. Também viajarão para o Rio de Janeiro para participar de um workshop de audiovisual e visitar a Central Globo de Produção (Projac), onde acontecerá um ciclo de palestras com profissionais do mercado. Quando finalizados, seus documentários serão exibidos em rede nacional e na internet.

Confira a lista completa dos selecionados aqui.

.