Equipe da EESC lança carro de competição mais sustentável

Publicado em Tecnologia por em

Foto: Divulgação EESC
Foto: Divulgação EESC

Mais competitivo e sustentável são as duas características principais do novo carro de competição apresentado pelos membros da equipe EESC USP Formula SAE da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP no dia 2 de junho. O veículo, chamado E-13, irá disputar provas nacionais e internacionais ainda neste ano.

O gerente de marketing, Vinicius Zilinski, informou que o carro contém um pacote aerodinâmico moderno que proporciona ‘downforce’, ou seja, faz com que o veículo fique mais estável e preso ao chão, aumentando assim sua dirigibilidade e o controle do piloto. Estreado três anos atrás e melhorado ao longo das competições, o pacote foi desenvolvido pelo ex-gerente de projetos da equipe e aluno do curso de Engenharia Aeronáutica da EESC, Denis Zandonadi. Um exemplo da eficácia do item é o recorde nacional do menor tempo em uma prova de curvas.

Neste ano, uma mudança de regra feita pela SAE para a competição nacional obrigou os alunos a projetarem uma asa traseira menor, a qual tivesse apenas o tamanho da distância entre os pneus. Para compensar a perda de ‘downforce’ causada, os membros implantaram um assoalho difusor para escoamento do ar debaixo do carro.

No segmento de sustentabilidade, o grupo optou por utilizar a resina de mamona que foi desenvolvida e patenteada pelo professor Gilberto Orivaldo Chierice do Instituto de Química de São Carlos (IQSC) da USP. A resina é empregada na manufatura da asa e de outros componentes do veículo que têm como base a fibra de carbono.

“Por cima da fibra de carbono é feita uma cobertura de resina epóxi, um material químico que faz a fibra de carbono aderir. Após algumas repetições, a peça é levada ao forno. Porém essa resina usada é prejudicial ao meio ambiente e está sendo substituída pela de mamona, que é mais sustentável e de origem vegetal, podendo ser descartada sem risco”, explicou Zilinski.

Por ser a primeira vez que a resina é usada no carro, a equipe optou por não aplicar o material em todo o carro. “Foi escolhido colocar nas peças que tinham grande quantidade da resina normal ou nas que não afetaria o desempenho do carro, por exemplo, no painel dianteiro que é componente que não sofre grandes impactos e tem pouca utilidade. No assoalho difusor também foi usado a resina de mamona como reforço a resina normal epóxi”, salientou o gerente de marketing.

A vontade de ganhar é a principal motivação dos gerentes e membros da equipe que sempre buscam inovações para aperfeiçoar e melhorar o desempenho dos protótipos. Um exemplo disso é o pioneirismo no uso da tecnologia chamada de Telemetria – um sistema de sensores instalados dentro do carro que se comunica com um computador fora do veículo, passando informações importantes para embasar as estratégias da equipe –, sendo a primeira equipe de alunos a utilizar a tecnologia no Brasil.

“O grande objetivo de nossa equipe é, através desse protótipo que lançamos, representar a USP e a EESC internacionalmente e com isso incentivar nossos engenheiros a serem os melhores que o mercado encontrará”, destacou Renan Stefanutti.

O evento de apresentação

Antes da apresentação do novo carro, ocorreu uma cerimonia no Anfiteatro Jorge Caron que contou com a presença do diretor da Escola, Paulo Sérgio Varoto, o professor percussor da atividade e atual orientador da Equipe, Alvaro Costa Neto, além do aluno de mestrado em Engenharia Mecânica, Rafael Matazzio.

Matazzio narrou a trajetória da equipe Formula nestes 13 anos história. Durante sua apresentação, ele mostrou fotos e vídeos que relataram o cotidiano dos membros no desenvolvimento e testes dos carros, a evolução dos protótipos, além da sequência das competições disputadas, com destaque para o torneio internacional ocorrido no ano 2009 na cidade Michigan, nos Estados Unidos.

Após a apresentação, o público foi convidado a desfrutar de um coquetel no Espaço Primavera, onde foram recebidos pelos membros da equipe e patrocinadores que expuseram os produtos e tecnologias empregadas no protótipo. Finalizando o encontro, o carro E-13 foi demonstrado em funcionamento passando pelos arcos da EESC e se dirigindo até uma das ruas do campus, com direito a aceleração e manobras.

Keite Marques / Assessoria de Comunicação da EESC

Equipe da EESC lança carro de competição mais sustentável
Editoria: Tecnologia - Autor: - Data: 16 de junho de 2015

Palavras chave: , , , , , , , ,

.