Museu de Anatomia Veterinária lança guia para utilização pedagógica de seu acervo

Publicado em Educação por em

No próximo dia 17 de outubro, o Museu de Anatomia Veterinária (MAV) da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) da USP vai lançar durante a Virada Científica da USP, o Guia MAV para Professores – Ensino Fundamental 1.

A publicação tem o objetivo de destacar as potencialidades educativas do acervo do MAV, para que professores do ensino fundamental 1 possam explorar ao máximo as visitas pedagógicas com seus alunos. Pretende contribuir para que os temas da sala de aula sejam aprofundados e expandidos por meio da observação e exploração durante as visitas ao Museu.

Elaboração

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O projeto do Guia, que durou 18 meses, envolveu duas estagiárias curriculares do curso de Licenciatura em Ciências da Natureza da Escola de Artes e Humanidades (EACH) da USP, coordenadas pelo Chefe do Técnico do Museu Mauricio Candido de Souza da Silva e alunos e professores do ensino fundamental 1 das escolas Santa Rita do Miracatu e Engano, do Vale do Ribeira, além do apoio financeiro da empresa Autopista Régis Bittencourt.

Segundo Silva, inicialmente foi feito um o cruzamento da grade curricular do Ensino Fundamental 1 com os temas presentes na exposição de longa duração do acervo do MAV. Depois, os assuntos foram correlacionados com temas como Preservação Ambiental; Posse responsável de animais domésticos; Classificação de animais; Climas, entre outros. Também envolveu debates entre os professores e a equipe do projeto e visitas dos alunos para observação e avaliação do conteúdo do Guia.

O Chefe do MAV avalia que o projeto foi enriquecedor para todos os envolvidos. “Os debates empolgantes entre a equipe e os professores permitiram a criação de diferentes metodologias para aplicar o conhecimento adquirido nas visitas. A equipe buscou compreender a percepção dos professores, sem interferências, nem julgamentos para a exploração do potencial pedagógico do Museu na prática diária em sala” finalizou.

O resultado pode ser conferido nas 58 páginas do Guia, ricamente ilustrado e didático. Ele será distribuído aos professores que participarem dos treinamentos que serão oferecidos a partir de 2016 pelo MAV. O projeto prevê ainda uma avaliação da sua aplicabilidade, atualização e reimpressão, além da produção de uma versão eletrônica. Na sequência será produzido um Guia para o Ensino Médio.

O lançamento acontecerá no dia 17 de outubro na FMVZ, que fica na Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva, 87 – Cidade Universitária, na sala 1, em dois horários: das 10 às 11 horas e das 14 às 16 horas, e não há necessidade de inscrição prévia.

O MAV

O Museu de Anatomia Veterinária Prof. Dr. Plínio Pinto e Silva (MAV) foi aberto à visitação em 1984. O acervo, que conta com mais de 1.000 peças, foi formado ao longo dos anos com resultado de trabalhos de pesquisa, ensino, doações e permutas. É composto por esqueletos, animais taxidermizados, órgãos e estruturas anatômicas de diversos animais vertebrados. A grande maioria das peças é de mamíferos com representantes aquáticos, voadores, marsupiais, carnívoros, roedores, equídeos, bovídeos, suídeos e primatas, incluindo o ser humano. Além disso, há modelos didáticos para ensino de anatomia.

Exposição inaugurada em 2010, Dimensões do Corpo: da anatomia à microscopia, renovada constantemente, apresenta cerca de 1.200 exemplares biológicos pertencentes ao universo da Anatomia Veterinária, incluindo esqueletos montados de animais silvestres e domesticados, peças fixadas em formol, animais taxidermizados, modelos educativos e peças anatômicas preparadas por diferentes técnicas. Está organizada em cinco módulos: A FMVZ da USP e a Sua História, O Que é Anatomia Comparada, Origem e Diversidade de Animais, Anatomia dos Sistemas Orgânicos e Osteologia, e Morfologia dos Mamíferos. Também aborda as formas, funções e sistemas orgânicos. Isso tudo articulado à uma linguagem expositiva e estruturada em painéis e legendas explicativas.

Visitação

A exposição pode ser visitada individualmente ou em grupos, de terça a sexta-feira, das 9 às 17 horas, e aos sábados das 9 às 14 horas. As escolas precisam agendar a visita com pelo menos uma semana de antecedência e escolher entre visitação livre ou com monitoria. Esta última dura em média 50 minutos. Informações sobre o agendamento e os ingressos estão disponíveis na página eletrônica do Museu.

Da Assessoria de Comunicação da FMVZ

Mais informações: (11) 3091-1309, http://www.mav.fmvz.usp.br

.