Alunos da USP participam do programa ibero-americano “Novos Empreendedores”

Publicado em Institucional por em

Da Assessoria de Comunicação da RedEmprendia

Um total de sete universitários brasileiros participarão este ano no programa Novos Empreendedores: Aprendendo a Empreender (NEAE 2013) da RedEmprendia, que nesta segunda edição atribui 39 bolsas de formação para jovens empreendedores do Brasil, Chile, Colômbia, Espanha, México e Portugal. Os empreendedores poderão adquirir experiência sobre gestão empresarial através de estágios em pequenas e médias empresas da região ibero-americana.

Novos Empreendedores: Aprendendo a Empreender é uma iniciativa da RedEmprendia, com o patrocínio do Banco Santander através da sua Divisão Global Santander Universidades e dirigida às 20 universidades que fazem parte da rede universitária.

Beneficiários de três universidades brasileiras

A USP, a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e a Universidade Federal Rio Grande do Sul (UFRGS) são as três universidades brasileiras parceiras, atualmente, da RedEmprendia. Delas vêm os universitários bolsistas no país.

Três dos bolsistas estudam na Unicamp. Trata-se de Lucas Chung Man, estudante de Engenharia de Manufatura, Claudio Freitas, estudante de Mestrado em Engenharia Elétrica e Thierry Cintra Marcondes, vencedor do concurso de modelos de negócio Desafio Unicamp 2012.

Leticia García Lopes, graduanda em Administração de Empresas, e Maria Luisa Lopes de Faria, estudante de Doutorado em Ciência da Computação da USP, terão também a oportunidade de se formarem como empreendedoras.

Pela na UFRGS participarão no NEAE 2013 Juliana Marchioretto, aluna de Graduação em Comunicação e Pedro Prietsch, Graduado em Administração.

Os jovens empreendedores brasileiros selecionados apresentam iniciativas empresariais no âmbito das TIC, a gastronomia, a educação on-line, a química ou a sanidade Importa referir que estes projetos apostam fortemente na cooperação através da criação e aproveitamento de redes com as quais visam fornecer serviços ao cidadão.

Espanha e Portugal surgem como os destinos mais procurados pelos bosistas brasileiros para realizarem os seus estágios empreendedores. A RedEmprendia e as suas universidades vão assessorá-los na hora de escolherem a empresa onde serão formados, sempre atendendo para as suas necessidades específicas e as caraterísticas dos seus projetos.

Além disso, RedEmprendia atribui uma ajuda econômica de modo a cobrir os custos do estágio, que deverá ter uma duração de 2 ou 3 meses, e deslocamento ao país de destino.

O número de inscritos para esta segunda edição de Novos Empreendedores: Aprendendo a Empreender é o dobro do que na edição anterior, tendo sido ultrapassadas as 300 candidaturas face aos 148 pedidos registados em 2011.

Sobre a RedEmprendia

A RedEmprendia é uma rede universitária ibero-americana que visa promover a transferência de conhecimento, o desenvolvimento tecnológico, a inovação e o empreendedorismo responsável.

A Secretaria Geral Ibero-Americana (SEGIB) incluiu a RedEmprendia no seu Registro de Redes Ibero-Americanas e, atualmente, a rede é formada por 20 universidades de 7 países (Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Espanha, México e Portugal), Universia – rede de universidades de fala hispana e portuguesa – e o Banco Santander, que através da sua Divisão Global Santander Universidades apoia as atividades.

Mais informações: site http://ww.redemprendia.org

.