Cinema japonês na Liberdade é tema de dissertação na FFLCH

Publicado em Cultura por em

Da Agência USP de Notícias

O cinema japonês foi tema de uma pesquisa de mestrado do antropólogo Alexandre Kishimoto, defendida no Departamento de Antropologia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP. O estudo gerou o livro Cinema japonês na Liberdade, lançado no dia 5 de março pela Editora Estação Liberdade.

Com linguagem precisa e agradável até para quem não é cinéfilo, o livro provoca ampla percepção do passado do cinema japonês no Brasil desde que chegou até nós por meio de projeções ambulantes no meio rural, por volta de 1926. A obra também aponta a repressão do regime de Getúlio Vargas contra a colônia nipônica na década de 1940, a constante catarse provocada pelos filmes japoneses nos espectadores, a diversidade em gêneros e estilos dessa produção cinematográfica e sua influência na obra de cineastas brasileiros.

Alexandre Kishimoto é mestre em Antropologia Social pela USP, pesquisador especialista em cinema e antropologia. Integra o Grupo de Antropologia Visual da USP e atua em projetos culturais e educativos em coletivos como a Associação Cultural Cachuera! e o Núcleo Hana de Pesquisa e Criação Teatral.

Mais informações: site www.estacaoliberdade.com.br

Cinema japonês na Liberdade é tema de dissertação na FFLCH
Editoria: Cultura - Autor: - Data: 28 de março de 2013

Palavras chave: , , ,

.