Biblioteca Digital alcança marca de 40 mil teses e dissertações da USP na rede

Publicado em Institucional, USP Online Destaque por em

Lançada em 28 de junho de 2001, a Biblioteca Digital de Teses e Dissertações (BDTD) da USP, aos 12 anos, reúne o maior acervo digital institucional do Brasil, tendo chegado à marca de 40 mil títulos, entre dissertações de mestrado e teses de doutorado.

A BDTD foi criada num contexto mais amplo do Portal de Conhecimento da USP, idealizado pelo então reitor, o professor Jacques Marcovitch, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA). Naquele momento, foi reunida uma comissão composta por um docente representando a Pró-Reitoria de Pós-Graduação, membros do Sistema Integrado de Bibliotecas (SIBI), da então Comissão Central de Informática (CCI – hoje Superintendência de Tecnologia da Informação) e do Centro de Informática de São Carlos (CISC) para realizar o projeto de acessibilidade aberta a todos interessados, pela internet, do conteúdo completo de toda a produção intelectual da Universidade.

Por meio daquele Portal pretendia-se reunir as diversas bibliotecas digitais da Universidade. Nessa linha, foi criada em 2003 a Biblioteca Digital de Obras Raras e Especiais da USP, dentre outras mais recentes.

Para o Pró-Reitor de Pós-Graduação da USP, professor Vahan Agopyan, a BDTD dá visibilidade mundial ao conhecimento de alto valor agregado produzido pelos programas de pós-graduação da Universidade. Com metodologia adotada por importantes instituições, como MIT, Virginia Tech e Caltech, a BDTD integra o Catálogo Mundial que reúne mais de 3 milhões de títulos no mundo todo e tem sido relevante para que a USP esteja bem posicionada nos diversos ranking mundiais.

Acesse:

Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP (40 mil títulos disponíveis)

Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (220 mil)

Networked Digital Library of Theses and Dissertations (3 milhões)

.