Alunos da Esalq são premiados pelo Andef Enactus Brasil

Publicado em Institucional por em

Alicia Nascimento Aguiar / Assessoria de Comunicação da Esalq

A Associação Nacional de Defesa Vegetal (Andef) premiou, no último dia 24, no Clube Sírio Libanês, em São Paulo (SP), projetos e ações que contribuem com a sustentabilidade no agronegócio brasileiro. Dividida nas categorias revendas e distribuidores, cooperativismo, centrais de recolhimento de embalagens, jornalistas e universidades, a maior premiação da agricultura brasileira concedeu a honraria na categoria Universidades à Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP, em Piracicaba. A Esalq foi representada no concurso pelo trabalho do Grupo de Extensão Enactus Esalq.

O projeto premiado Aprendendo a Empreender foi desenvolvido pelo Grupo é formado por 12 alunos de graduação em Engenharia Agronômica, Engenharia Florestal, Gestão Ambiental, Ciências Econômicas e Ciências dos Alimentos. Coordenado pela professora Marly Teresinha Pereira, do Departamento de Economia, Administração e Sociologia (LES), o trabalho foi elaborado com o objetivo de estimular a sucessão rural por meio da fixação do jovem rural no campo e está em fase de implantação na Escola Estadual “Paulo Luiz Valério”, no bairro rural Serrote, em Piracicaba/SP, beneficiando 350 alunos e suas comunidades.

A iniciativa envolve alunos e professores do ensino fundamental e médio estadual e propõe aos menores participar de atividades de educação ambiental como reciclagem, uso correto de defensivos agrícolas e de equipamento de proteção. “Um dos objetivos é que as crianças compartilhem esses ensinamentos com os pais predominantemente agricultores ou pecuaristas, além de contribuir para a difusão de boas práticas na sua comunidade”, explicou Pedro Parzewski Neves, graduando de Engenharia Agronômica e presidente do Enactus Esalq.

Para os estudantes de ensino médio estão previstas ações de empreendedorismo e de negócios que podem ser desenvolvidas nas propriedades rurais de suas famílias. “Queremos promover o empreendedorismo juvenil rural e qualificar esses jovens em assuntos relacionados à gestão da propriedade agrícola”, concluiu Neves.

Vale lembrar que no mês de maio foi realizado na Esalq, o Workshop Andef Enactus Brasil 2013, ocasião em que ocorreu a avaliação dos trabalhos na categoria Universidades da 16ª edição do Prêmio Andef. Participaram do evento cerca de 100 alunos universitários dos times Enactus dos estados do PA, CE, MG, RJ e SP e dos professores conselheiros de cada um.

Prêmio Andef – Enactus Brasil

Tem como missão unir e incentivar líderes do setor Agro que, por meio de iniciativas socioambientais, buscam uma agricultura cada vez mais sustentável para as futuras gerações do planeta. Na parceria com a Enactus, o Prêmio tem o intuito de reconhecer os melhores times Enactus ativos nas Instituições de ensino superior brasileiras com cursos de graduação relacionados ao Agronegócio e/ou times que tenham projetos relacionados à esta área.

Na Esalq

O Grupo de Extensão Enactus Esalq integra o Enactus, organização internacional sem fins lucrativos que congrega estudantes, acadêmicos e líderes de negócios de 1.600 universidades em 37 países que estão empenhados em usar o poder da ação empresarial para melhorar a qualidade de vida e de padrão de vida para as pessoas em necessidade. Além da professora Marly, fazem parte do Enactus Esalq Pedro Pazerwski Neves (Engenharia Agronômica), Aline Gomes Oliveira (Ciências dos Alimentos), Felipe Bianchi Saldanha (Engenharia Agronômica), Flavia Rezende Dias (Engenharia Agronômica), Gustavo José Moreira (Ciências Econômicas), Isabella Chesca Jeronimo (Engenharia Agronômica), Karina Hehs dos Santos (Engenharia Agronômica), Letícia Oliveira Cobello (Engenharia Florestal), Luís Guilherme Francischinelli Scarso (Engenharia Agronômica), Patrícia de Souza Gomes José (Engenharia Agronômica), Tammye Grassi Morais (Ciências dos Alimentos), Tatiana Fernandes Rosa (Gestão Ambiental).

Mais informações: site www.esalq.usp.br

.