Equipe da EESC vence desafio de AeroDesign e participará de competição mundial

Publicado em Tecnologia por em

Nathália Nicola/Assessoria de Comunicação EESC

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O grupo EESC-USP Aerodesign da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP foi o vencedor da categoria classe micro na 15ª Competição SAE Brasil AeroDesign. Concluído no último dia 27, o evento acorreu na Pista de Táxi do Aeroporto do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) em São José dos Campos, SP. Essa é a 9ª vez que a equipe é consagrada campeã.

O projeto SAE AeroDesign é um desafio lançado aos estudantes de engenharia cujo objetivo é propiciar a difusão e o intercâmbio de técnicas e conhecimentos na área da aeronáutica entre alunos e futuros profissionais da engenharia da mobilidade, através de aplicações práticas e da competição.

Os projetos foram classificados em três categorias: Classe Regular, Classe Advanced e Classe Micro. Os aviões monomotores da Classe Regular tiveram que carregar madeira do tipo MDF ou HDF. Na Classe Advanced, a carga transportada foi água, depositada em tanques montados na fuselagem. As aeronaves dessa categoria puderam usar mais de um motor. As aeronaves da Classe Micro transportaram bolas de tênis dentro de um compartimento fechado, sem restrições geométricas e de número de motores.

Durante o campeonato, o grupo da EESC também recebeu Menção Honrosa em três das 11 categorias apresentadas: “Maior Eficiência Estrutural” na classe micro, pela equipe EESC USP Mike; “Melhor Apresentação Oral”, na classe regular com a EESC USP Alpha e na classe micro com a EESC USP Mike; e “Melhor Projeto” na classe regular pela EESC USP Alpha.

Para um dos membros da equipe, Lourenço Pereira, os prêmios são um reconhecimento do trabalho desenvolvido durante o ano todo na universidade. “Além disso, a primeira colocação na classe micro nos dá a possibilidade de participar da competição mundial, que acontecerá nos EUA, na qual somos pentacampeões”, acrescentou o aluno.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Atualmente o grupo é orientado pelo professor Álvaro Martins Abdalla e composta por alunos dos cursos de engenharia aeronáutica, elétrica e mecânica. “Os resultados da competição demonstram mais uma vez que nossos estudantes são competentes e possuem capacidade de aliar a técnica com a criatividade. Acho muito importante que os alunos participem e mantenham a Aerodesign viva, pois é notória a capacidade desses estudantes em desenvolver projetos, o que fará muita diferença lá fora, na vida profissional. Sinto-me orgulhoso de estar novamente coordenador da equipe Aerodesign da EESC”, destacou Abdalla, do Departamento de Engenharia Aeronáutica da Escola.

Participaram da competição 97 equipes – sendo 71 de instituições de ensino – que representaram 15 estados brasileiros e o Distrito Federal, além de uma equipe do México, duas da Venezuela e uma do Peru.

Com o sucesso alcançado pelo grupo da EESC, eles representarão o Brasil na SAE Aero Design East, uma competição mundial que reúne integrantes da América do Norte e Europa, a qual será realizada pela SAE Internacional de 11 a 13 de abril de 2014 em Marietta, Georgia, EUA.

“Os desafios do próximo ano terão início com a competição mundial”, comentou Leonardo. O objetivo será projetar uma aeronave que possa ser arremessada da mão ou através de uma catapulta. “Além desse desafio, estaremos à espera do novo regulamento para competição brasileira, que deverá sair no início do próximo ano, para iniciarmos os nossos projetos”, declarou Lourenço.

.