Estudo do ICMC em parceria com a Universidade do Porto é premiado em competição

Publicado em Tecnologia por em

Durante o período de intercâmbio em Portugal, financiado pelo programa Ciência sem Fronteiras, o estudante de Engenharia de Computação do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP em São Carlos, Juliano Murari, desenvolveu um projeto sobre biometria pela íris que foi premiado na competição internacional LivDet – Iris 2013: Iris Liveness Detection Competition 2013.

A pesquisa “Detecção de vivacidade em sistemas de reconhecimento de íris” foi desenvolvida por Murari na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) e recebeu a orientação do professor português Jaime Cardoso e a co-orientação do professor do ICMC Alexandre Delbem e da doutoranda da FEUP Ana Filipa Sequeira.

Segundo Murari, a íris é um importante traço biométrico e os sistemas de reconhecimento de íris já possuem uma certa maturidade, entretanto, é ainda necessária muita investigação para que esse tipo de sistema seja mais amplamente utilizado nas mais diversas aplicações possíveis. “Métodos de detecção de vivacidade em biometria são muito importantes, principalmente no aspecto de segurança dos sistemas. Atualmente, existem sistemas robustos de autenticação pela íris, porém deixam a desejar na detecção de ataques com exemplares falsos”, explica Murari. A contribuição do trabalho desenvolvido por Murari está exatamente na busca por aprimorar esses métodos. O estudo completo está disponível para download.

Com informações da Assessoria de Comunicação do ICMC

Mais informações: email comunica@icmc.usp.br

.