MENUMENU

Diversidade musical marca repertório do Festival CoralUSP

Nona edição do festival contará com dez dos 11 grupos do coral, além da participação de convidados em apresentações com repertório eclético.

Stella Bonici / Jornal da USP

Foto: Divulgação / Coralusp
Foto: Divulgação / Coralusp

No período de 2 a 7 de junho acontece a 9ª edição do Festival CoralUSP, que conta com dez dos seus 11 grupos, além de outros corais de São Paulo e cidades vizinhas, que se apresentam como convidados. Fundado em 1967 por Benito Juarez e José Luiz Visconti, o CoralUSP adquiriu reconhecimento nacional e internacional, e já realizou quatro extensas turnês no exterior, além de conquistar cinco premiações APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte). Segundo a diretora artística do coral, Marcia Hentschel, o festival veio em função da necessidade de se conhecer o repertório dos grupos que compõem o coral. Cada grupo do CoralUSP possui sua particularidade, e seus repertórios misturam música erudita com popular, internacional com nacional, moderna com clássica, e, segundo Marcia, essa é a principal bandeira do coral.

Na abertura, no dia 2, o grupo 12 em Ponto apresenta a diversidade da música dos anos 70, misturando a música de protesto, com a hippie e a soul music, acompanhado do Acorda Vocal. Já no dia 3, o Sul Fiato, cuja característica é um repertório eclético que tem como tema a natureza em seu projeto atual, traz entre seus destaques a canção Arca de Noé, de Ernest Mahle e Vinicius de Moraes, acompanhado pelo Coral da Escola do Auditório Ibirapuera e o Grupo Vocal Rock’in’Voice. No dia 4, Tendal e Azul, ambos do CoralUSP, fazem a apresentação junto ao Madrigal Sempre em Canto. O grupo Tendal tem, em seu repertório, músicas tradicionais das três Américas (do Sul, Central e do Norte), enquanto o Azul traz no seu programa canções brasileiras e norte-americanas dos anos 50 e 60.

No dia 5, os grupos do CoralUSP Zimana, que tem como destaque as canções Don Quichote, de Carlo Hemmerling, e Avert Those Omens, de G. Haendel, e Yayá, cujo repertório consiste em uma coletânea de peças originais para coro e arranjos vocais de músicas de vários países e povos de vários continentes, se apresentam junto aos convidados Grupo Vocal Canto Ma Non Presto e Coral Comunicantus, da Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP. No dia 6, se apresentam o grupo Sestina, reproduzindo canções que retratam a natureza e as estações do ano, e o grupo Tarde, com repertório eclético e diferentes estilos da música de coral, ao lado do Grupo Vocal Seis Canta. E encerrando a programação, no dia 7, o Jupará, com composições sacras e seculares de diversos períodos da música de coral, de arranjos de MPB à Renascença, se apresenta junto ao XI de Agosto, com repertório de rock – que vai de Elvis Presley a Legião Urbana, passando por Metallica, Beatles, Cazuza e Titãs –, realçado pela expressão cênica. Como convidado do dia, a apresentação conta com o Coral Municipal Zanzalá, de Cubatão.

Serviço

O 9º Festival CoralUSP acontece de 2 a 7 de junho, de segunda a sexta, às 20h30, e sábado, às 18h, no Auditório István Jancsó da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin (r. da Biblioteca, s/nº, Cidade Universitária). Grátis.

Scroll to top