Esalq incentiva substituição do trote por ações solidárias

Publicado em Vestibular por em

Com o propósito de colocar em prática ações solidárias para com os alunos ingressantes de ensino superior que começam a chegar em Piracicaba no início de fevereiro, o Fórum dos Dirigentes das Instituições de Ensino Superior de Piracicaba anunciou, na manhã desta segunda-feira (30), o mote da filosofia que pautará a agenda de cada instituição.

“Trote não! Ação solidária sim!” é o slogan que fortalecerá a cultura da recepção de alunos ingressantes, encaminhando-os para ações solidárias que favoreçam o estreitamento de sua relação com a sociedade. Uma das ações que marcará essa iniciativa será a entrega de uma carta de boas vindas aos ingressantes, no início das aulas, com orientações de como agir diante de situações que caracterizem o trote.

O diretor da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) da USP, José Vicente Caixeta Filho, que também preside o Fórum, abriu a reunião afirmando que as ações solidárias devem ser o fator predominante na recepção dos alunos ingressantes nas universidades. “Convidamos Piracicaba e região a dizer que somos contra qualquer tipo de ação truculenta que possa estar implícito no termo ‘trote’ e a favor da solidariedade. Essa é a primeira ação que une o fórum de dirigentes das instituições aqui representadas”, explicou.

Além do diretor e da vice-diretora da Esalq, Marisa Aparecida Bismara Regitano d´Arce, estavam presentes na coletiva à imprensa Gustavo J. Dias Alvim (vice-reitor da Universidade Metodista de Piracicaba/Unimep), Antonio Carlos Copatto (diretor executivo da Fumep), Leonardo Rios (diretor acadêmico da EEP/Fumep), Antonio Vargas de Oliveira Figueira, (diretor do Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA), da USP), Cícera Bezerra da Silva (diretora do Senac), Rosana Silveira (coordenadora de cursos do SENAC/Piracicaba) e Jack Jorge Júnior (diretor da FOP/Unicamp).

Mais informações: site www.esalq.usp.br

.