Médicos do HC têm trabalho sobre Parkinson premiado em evento na Holanda

Publicado em Saúde por em

Uma equipe de pesquisadores formada por médicos do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina (FMUSP) e do Instituto de Ensino e Pesquisa do Hospital Sírio-Libanês foi premiada durante o Congresso Bianual da Sociedade Europeia de Neurocirurgia Estereotáxica e Funcional (ESSFN, na sigla em inglês), realizado na cidade de Maastricht, na Holanda, em setembro.

Os cientistas, liderados pelo neurocirurgião Erich Fonoff, do HC, desenvolveram uma nova técnica de cirurgia para implantação de eletrodos no cérebro de pacientes com Parkinson. O método diminuiu o tempo de duração da cirurgia em até 40%, além de aumentar a segurança e a precisão do procedimento necessário para a terapia de estimulação cerebral profunda.

Essa terapia, já conhecida e aplicada há vários anos em pacientes com Parkinson no país, consiste em estímulos elétricos em uma região específica do cérebro, com o objetivo de diminuir alguns dos sintomas da doença. O implante dos eletrodos, no entanto, era feito separadamente em cada lado do cérebro. A equipe de Fonoff conseguiu desenvolver um mecanismo para fazer os implantes nos dois lados do cérebro ao mesmo tempo.

Além de Fonoff, compõem a equipe premiada os médicos William Omar Contreras, Angelo Azevedo, Raquel Chacon Ruiz Martinez, Jessie Navarro, Jairo Angelos e Manoel Jacobsen Teixeira.

.