Revista Malala recebe inscrições de artigos para próxima edição

Publicado em Sociedade por em

A revista Malala convida pesquisadores, professores e estudantes de diferentes áreas e países para contribuir com discussão sobre os ataques contra o jornal satírico francês Charlie Hebdo, em 7 de janeiro. A publicação é do Grupo de Trabalho Oriente Médio e Mundo Muçulmano (GTOMMM) do Laboratório de Estudos da Ásia do Departamento de História da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da USP.

Os ataques têm despertado debate na sociedade ocidental e muitas opiniões contraditórias. Ele tem polarizado a discussão, ainda em curso, sobre a liberdade de expressão versus liberdade de religião, opondo os que argumentam que o respeito pelo Islã e a religião em geral tem prioridade e deve restringir a liberdade de expressão aos que argumentam que a liberdade de expressão deve ser inviolável e incondicional, mesmo ao preço da ofensa religiosa.

As tensões que se seguiram podem estar correlacionadas a outros posicionamentos existentes: Esquerda versus direita, massas contra a elite ou intelectualidade etc. Muitas universidades, jornais, editoras, e parte da mídia parecem preferir esquivarem-se da controvérsia evitando dar voz a interlocutores cujas experiências ou argumentos são críticos ou negativos em relação ao Islã. Por outro lado, os recentes ataques islâmicos, assim como os anteriores têm em nível popular também sido instrumental nos países ocidentais no fomento de um clima que é cada vez mais hostil aos imigrantes muçulmanos ou ao Islã. O que é por vezes creditado à “islamofobia”.

Os interessados em contribuir com a revista podem submeter sua análise do Islã e de seus críticos, tentando responder a perguntas como: qual é o preço e a consequência de não se tolerar certas críticas e/ou críticos?, se e por que criticar, como criticar e quais são as consequências das críticas ao Islã, qual é o perfil ideológico dos críticos do Islã? e se é possível criticar (aspectos do) comportamento do islã e/ou de muçulmanos sem cair na armadilha da islamofobia, do racismo ou do etnocentrismo?. Os trabalhos não devem se limitar a apenas essas questões.

O envio de propostas dever ser feito em formato Word .doc ou .docx, anexado via e-mail ao seguinte endereço: malala@usp.br. Ou através de submissões online por este link. O prazo limite do envio é 31 de agosto. As normas exigidas para a publicação estão disponíveis em neste site.

Mais informações: email malala@usp.br, site http://www.revistas.usp.br/malala

.