Vídeos de alunos da Veterinária orientam para o consumo de alimentos de origem animal

Publicado em Educação, Saúde por em

Quem manipula os alimentos em seu dia a dia nem sempre sabe dos problemas para a saúde que pode trazer o consumo de produtos de origem animal (carne, leite, ovos, mel, entre outros) preparados de forma inadequada. Pensando no manejo correto desses alimentos com relação a questões higiênicas e sanitárias, alunos da graduação da Faculdade de Medicina Veterinária (FMVZ) da USP aliaram seus conhecimentos aprendidos em laboratório e sala de aula com instrumentos de divulgação para produzir vídeos com instruções para compra, armazenamento, preparação e consumo de produtos de origem animal. O lançamento dos vídeos acontece dia 9 de setembro, quando se comemora o Dia do Médico Veterinário – profissional que cuida da saúde animal e humana.

Doenças de origem alimentar podem ser contraídas ao se ingerir alimentos ou bebidas contaminados com microrganismos patogênicos, capazes de causar distúrbios à saúde humana. Os sintomas mais comuns são náuseas, vômitos, diarreias, cólica abdominal e febre, e em alguns casos pode levar até a morte. De acordo com a professora Simone de Carvalho Balian, coordenadora do projeto Qualidade e Segurança dos Alimentos, a adoção de práticas higiênicas pode evitar ocorrências dessas doenças, sendo esse o enfoque das produções dos graduandos: orientar a população para uma alimentação segura e saudável, afirma.

Foto: Reprodução
O lançamento dos vídeos acontece dia 9 de setembro, quando se comemora o Dia do Médico Veterinário
Foto: Reprodução

 

Ao todo, são nove vídeos, com conteúdos que variam de 4 a 10 minutos cada um, tratando de diversos assuntos: Boas práticas na manipulação de alimentos em casa; Como avaliar a qualidade de um pescado; Como é feito o iogurte; Inspeção e preparação de camarões; Big Brother Bactéria – cuidados com os alimentos; Rastreabilidade – do campo a mesa; Rótulo – você sabe o que está comprando; Mitos e verdades sobre produtos de origem animal; e Frango não usa hormônio.

O vídeo Boas práticas na manipulação dos alimentos em casa, por exemplo, trata da contaminação alimentícia por invasão de microrganismos como fungos e bactérias durante o preparo dos alimentos na cozinha. O vídeo reforça também a importância de ler atentamente o rótulo dos produtos, suas denominações, vida útil, condições de conservação; orientação sobre conservação de ovos; e cuidados simples para evitar a contaminação cruzada entre alimentos; entre outras orientações. Segundo Simone, a proposta é aproximar o médico veterinário do dia a dia das pessoas e das famílias não apenas através dos animais de estimação, mas também compartilhando seus conhecimentos técnicos essenciais para uma alimentação saudável e segura dos produtos de origem animal.

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

 

Frango não usa hormônio é outro trabalho interessante dos alunos que desmistifica a crença popular sobre o uso de hormônio na avicultura com o objetivo de acelerar o desenvolvimento das aves. Ao som de um rock, a estudante de veterinária relata que o desenvolvimento rápido das aves acontece em razão do melhoramento genético, que seleciona os melhores animais – isto é, os que vão adquirir mais peso e mais altura em menor espaço de tempo -, da dieta balanceada e dos cuidados sanitários praticados nos criadouros.

O mito sobre a crença de uso de hormônio na criação das aves é tão difundido entre a população que, em 2014, o Ministério da Agricultura autorizou empresas produtoras de carne de aves e que possuem o registro do Serviço de Inspeção Federal (SIF) a inserir no rótulo a informação sobre a não utilização de hormônio durante a criação de aves como medida de esclarecimento ao consumidor.

Os vídeos fazem parte da disciplina Inspeção Sanitária dos Produtos de Origem Animal e o objetivo deles foi proporcionar aos graduandos a aplicação prática de conteúdos desenvolvidos em sala de aula – além de ser uma proposta de extensão universitária. A população, por sua vez, terá disponível em um canal de comunicação informações de conhecimento técnico-científico elaborado de forma acessível e em linguagem simples.

Os vídeos podem ser acessados neste link.

Mais informações: (11) 3091-7653, ramal 1381; email balian@usp.br ou imprensa.fmvz@usp.br

.